Image
Icon
Ricardo | 3. outubro 2021

Futuro? Torneio brasileiro feminino de Valorant bate todos recordes de audiência

Ao contrário do que há muitos anos se pensava, a verdade é que o gaming feminino está conquistando muito terreno, se demonstrando, cada vez mais, uma potência também na indústria de eSports. Prova disso mesmo foi o torneio de quase uma semana realizado pelo SBT Games, com transmissão ao vivo e grátis em seu canal da Twitch.

O torneio de Valorant se chamava de “All Stars de Valorant”, tendo sido esse o primeiro Campeonato feminino organizado por essa organização, que naturalmente tem ligações com o famoso canal televisivo SBT. Ora, com as audiências passando dos 500 mil visualizadores em menos de uma semana, será uma questão de tempo até que o próprio SBT possa estar transmitindo torneios de Valorant em seu canal, chegando a milhões de pessoas?

Complexity investe no cenário feminino visando Game Changers  norte-americano - VALORANT Zone

 

Em uma fase em que a própria Globo até já está organizando “reality show” juntando equipes de gamers amadores, para ganharem elevados prêmios, também o próprio SBT decidiu investir pesado em uma indústria que, claramente, está conquistando cada vez mais terreno. Sempre com maior foco em um público mais jovem, sendo esse público quem mais consome e joga videogames.

Torneio feminino de Valorant é um verdadeiro sucesso

Apesar de não contar com grandes nomes da cena de Valorant brasileira, a verdade é que tal não foi impeditivo para que essas suas transmissões do SBT Games, do torneio “All Stars de Valorant”, tenham sido um enorme sucesso. Para que se tenha uma ideia, além das mais de 500 mil views que o torneio teve em sua globalidade, na final estavam assistindo quase 10 mil pessoas ao mesmo tempo. Tais números são muito raros em torneios femininos de Valorant, pelo que essa é mais uma garantia de que o futuro do gaming poderá mesmo passar por um forte investimento na cena feminina.

SBT Games bate recorde de audiência com transmissão do campeonato All Stars  de Valorant

 

De fato, em um estudo recente, ficou também comprovado que, no Brasil, já existem mais gamers femininas do que masculinas. Essa conclusão acabou surpreendendo a maioria da comunidade brasileira. Porém, a verdade é que o gaming não engloba só os jogos competitivos de eSports. Existem muitos outros títulos altamente populares, que, como é óbvio, também se enquadram dentro do conceito de gaming.

Ainda assim, será um erro descartar por completo o impacto que as jogadoras podem ter em um futuro próximo no eSports. Mesmo sendo uma raridade entre os melhores times do mundo de Valorant, a verdade é que é percetível que o nível de jogo do eSports feminino está subindo de forma muito acelerada. Logo, poderá ser uma questão de tempo até que as gamers femininas possam estar presentes nos principais momentos de decisão nos torneios de eSports.

eSports retirará audiência aos esportes tradicionais?

Como se pode comprovar com o nível de audiência registrado nesse torneio feminino de Valorant, não parecem existir dúvidas que, atualmente, esses torneios, mesmo amadores, já conseguem recolher um maior nível de audiência do que jogos de futebol da Série B ou até mesmo alguns da Série A. Em uma fase em que o crescimento ainda agora só parece se ter iniciado, será provável assumir que, em um curto prazo, os principais torneios de eSports terão mais gente assistindo que os clássicos do futebol nacional ou internacional?

A dúvida está sendo cada vez mais colocada, principalmente por os números não mentem. Sendo que o que as emissoras nacionais pretendem é arrecadar o maior número de audiências possíveis (devido às receitas publicitárias), cada vez mais torneios como esse serão promovidos. Podendo ser mesmo uma questão de tempo até que emissoras como Record, Globo ou SBT avancem mesmo para o acompanhamento de eSports em “prime time”.