Image
Icon
Ricardo | 3. setembro 2021

CS:GO no feminino ganha força e Prêmio eSports Brasil acompanha fenômeno

De fato, com um sistema de premiação maioritariamente misto, o Prêmio eSports Brasil resolveu, nessa sua edição de 2021, lançar várias categorias novas. Se focando muito mais na cena feminina do CS:GO, mas também do Valorant.

De notar que esse é o maior evento de premiação de eSports em toda a América Latina. Por isso mesmo, seus responsáveis quiseram dar destaque ao crescimento da presença da cena feminina no CS:GO do Brasil.

Em resposta às afirmações sobre ser uma cena ainda muito masculina, a verdade é que o CS:GO no Brasil está se revelando mais inclusivo que nunca. Sendo que o número maior de jogadoras profissionais é a prova disso mesmo. Assim sendo, nesse Prêmio eSports Brasil já existiram duas novas categorias, que foram: “”Atleta Revelação Feminina” e “Melhor Atleta Feminina”.

Prêmio eSports Brasil está em constante mudança

 

Se trata de uma das premiações mais conceituadas em todo o mercado de eSports. Tendo chegado a 53 milhões de pessoas na edição de 2020. Logo, com um maior objetivo de representação real do eSports nacional, responsáveis do evento demonstraram estar muito atentos a tudo o que está se passando na cena nacional. Isso porque, por exemplo, o Overwatch já nem sequer foi referenciado em suas nomeações (devido à perda da cena profissional no Brasil).

Por outro lado, o mesmo não se pode dizer do Valorant, que ganhou um enorme destaque em suas nomeações. Contudo, uma das categorias que estão sendo mais aguardadas, para essa 5ª edição que vai decorrer no próximo mês de dezembro, são as novas categorias femininas.

cs:go

Apesar de ainda não estarem confirmadas as presenças de grandes nomes como o streamer Gaules (que foi um dos apresentadores da edição passada), se espera que os números de pessoas assistindo à premiação possa ser ainda superior ao conseguido no Prêmio eSports Brasil 2020, uma vez que a popularidade do eSports no Brasil nunca foi tão grande. Logo, será o tempo também para as jogadoras brasileiras consiguirem brilhar mais do que nunca.

Contudo, na verdade, jogadoras femininas como Ana Xisdê, CamilotaXP ou Cherrygumms, com a Black Dragons já tinham conseguido conquistar seus prêmios nesse grande evento. No entanto, esses prêmios foram conquistados em categorias oonde competiam diretamente com jogadores masculinos. No entanto, tal agora não se vai verificar.

Cena feminina de CS:GO cresce muito no Brasil

Precisamente, como forma de acompanhar todo o crescimento da presença feminina no eSports em CS:GO, mas também um pouco por toda a cena de eSports, o Prêmio eSports Brasil decidiu mesmo avançar para categorias individuais. Elas permitem dar uma maior relevância às jogadoras de eSports que mais se destacaram nesse ano. Tanto na cena de CS:GO, como no Valorant, entre muitos outros jogos competitivos.

Se espera que grandes conquistas da cena feminina de eSports – como foi a subida para a Série A no jogo Free Fire pela Equipe X (com 3 jogadoras) – sejam apenas o indício de uma tendência em que também as jogadoras brasileiras dos jogos mais competitivos de eSports possam elevar o nível, se destacando não só no Brasil, como também um pouco por todo o mundo.

É importante realçar que a cena de eSports no Brasil é uma das maiores e melhores que se poderá encontrar a nível mundial. Prova disso é que são raras as grandes equipes de CS:GO que não apresentam pelo menos um jogador brasileiro. Desse jeito, se espera que as mesmas condições permitam que também jogadoras competitivas de eSports possam chegar ao topo do CS:GO, mas também outros eSports. Certamente que a visibilidade que o Prêmio eSports Brasil vai entregar poderá ser o início de uma visibilidade para cena feminina que há muito seria necessária.